Você está em Noticiaki > Bem Viver > Enxaqueca – Causas, Sintomas e Tratamento

Publicado por EM Saúde| Atualizado em: 09/02/2012 às 16h22m

Enxaqueca – Causas, Sintomas e Tratamento

Enxaqueca

A enxaqueca, também denomina de migtrânea, dor de cabeça e dor enxaquecosa, se trata de uma síndrome neurológica e não de uma cefaleia comum, tal como a maioria das pessoas acha. A enxaqueca é conhecida desde os primórdios da humanidade e vem afetando com o passar dos tempos uma grande parte da população mundial. As crises de enxaqueca caracterizam-se basicamente pelas dores de cabeça de caráter pulsátil, podendo variar quanto a intensidade, sedo que vão desde às mais moderadas às mais intensas.

Enxaqueca

Enxaqueca

Sintomas da Enxaqueca

Estas crises podem ou não ser precedidas de sinais neurológicos focais, os quais são comumentemente chamados de aura. Normalmente estas crises são acompanhadas por náuseas, cômitos, fotofobia e fonofobia. As crises podem durar de 4 a 72 horas e, em alguns casos alguns sintomas de premonição podem anteceder tais crises, tais como falta de apetite, depressão nervosa, bocejos repetidos, hiperatividade, irritabilidade, dificuldade de memorização e desejos repentinos.

Causas da Enxaqueca

Não se sabe ao certo quais são as causas da enxaqueca, porém, estudos levam a crer que sua causa seja multifatorial, levando em conta que os pacientes com enxaqueca apresentam desequilíbrio de neurotransmissores no sistema Trigemino-vascular, cujo qual é responsável pelas dores na região do crânio e face. Sendo assim, diversos fatores podem contribuir para o desencadeamento da enxaqueca, tais como estresse físico ou emocional, ingestão de alimentos específicos e alterações hormonais, tais como a menstruação.

Tratamento da Enxaqueca

Para realizar o diagnóstico, é necessário analisar o estado clínico do paciente com histórico detalhado, exames físicos e neurológicos completos. Para prevenção é necessário que o indivíduo saiba ao certo quais são os fatores que desencadeiam as crises para assim poder evita-los, além disso, poderá ser realizado o tratamento preventivo da doença, ou seja, evitar o reaparecimento, por meio de medicamentos, os quais vão desde simples anti-inflamatórios até drogas específicas para enxaqueca.

Encontre o que deseja:

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Gostou? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *