Você está em Noticiaki > Notícias > Exame Admissional: Como Funciona e Para que Serve?

Publicado por EM Empregos, Saúde| Atualizado em: 03/06/2015 às 23h26m

Exame Admissional: Como Funciona e Para que Serve?

Quem vai começar a trabalhar, conhece bem o Exame Admissional. Ele é um exame médico bem simples e de caráter obrigatório, solicitado por todas as empresas antes mesmo de efetuar a contratação em carteira. O exame admissional tem previsão legal, segundo o artigo 168 da CLT (Consolidação das Leis de Trabalho), que prevê, expressamente, que é obrigatório a realização do exame médico, por conta do empregador, nas condições estabelecidas e nas instruções complementares a serem expedidas pelo Ministério do Trabalho, seguindo três datas, sendo na admissão, na demissão e periodicamente durante o registro do funcionário na empresa”. Mas afinal de contas, o que é o exame admissional e para que ele serve?

Exame Admissional

Exame Admissional

O exame admissional é necessário para comprovar de forma efetiva o bom estado físico e mental do funcionário que está prestes a integrar o quadro de funcionários da empresa em questão, de acordo com o que é necessário para desempenhar com louvor sua nova função dentro da empresa. O médico que realiza a sua perícia é um médico do trabalho, tendo em vista que ele é o responsável pela identificação de doenças ocupacionais presentes no funcionário, tais como perda de audição, perda de visão, tendinites, hérnias, dentre outras.

Para quem nunca realizou o exame e não sabe como funciona o exame admissional, ele se inicia com uma entrevista sobre possíveis doenças ou licenças de empregos anteriores a esse, dando maior ênfase aos empregos pelos quais passou. O médico ainda pergunta ao funcionário se o mesmo sofre alguma doença ou algum mal estar, mede sua pressão arterial, seus batimentos cardíacos e realiza uma vistoria geral no paciente. Após esse período de entrevista e do exame médico final, ele acaba emitindo o Atestado Médico de Capacidade Funcional, que nada mais é que um laudo que atesta ou não sua capacidade de atuação na empresa.

Muitas pessoas não conseguem imaginar a suma importância do exame admissional. Suponhamos que o trabalhador comece a desenvolver uma doença em decorrência das atividades na empresa, o mesmo terá direito a indenização através dos laudos, comprovando que na época da contratação, ele não portava tais enfermidades. Já olhando pelo lado do empregador, o atestado garante que, para as atividades labor ativas questionada, o mesmo terá plenas condições de desempenhá-las. Vale a pena salientar que teste de gravidez, de esterilização de HIV não são considerados no exame admissional, por se entender que são discriminatórios.

Quando o mesmo consegue o atestado, ele será impresso em duas vias: uma deverá ser anexada a ficha do funcionário junto ao setor de RH (Recursos Humanos) da empresa, e a outra via deverá ficar com o funcionário para possível resolução de conflitos. Periodicamente, o exame deverá ser feito, sempre que completar um ano de atuação na função estipulada dentro da empresa, a fim de comprovar que o funcionário continua apto a desenvolver tal atividade. Caso tenha maiores dúvidas sobre a realização e a importância do exame para o empregado e para o empregador, procure o setor de RH da sua empresa ou uma unidade do Ministério do Trabalho de sua cidade para maiores esclarecimentos, ou ainda um advogado do trabalho que melhor lhe explicará todo o processo.

Encontre o que deseja:

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Gostou? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *