Você está em Noticiaki > Bem Viver > Fibromialgia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

Publicado por EM Saúde| Atualizado em: 13/02/2012 às 09h17m

Fibromialgia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença que apresenta sintomas em lugares diferentes do corpo. A dor causada pela doença “migra” para várias partes do corpo constantemente, o que dificulta muito o seu diagnóstico. O termo fibromialgia se refere a uma condição dolorosa e crônica que é considerada síndrome por englobar diversas manifestações clínicas como dores, indisposição, distúrbios e fadiga.

Fibromialgia

Fibromialgia

O que é Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença reumática crônica, que afeta os músculos, ligamentos e tendões do corpo. Seus sintomas são associados de várias maneiras e o mais comum deles é a dor no corpo. Não é fácil diagnosticar essa doença, pois ela não pode ser detectada em exames de laboratório ou raios-x, que muitas vezes pode passar por um resultado normal.

Causas da Fibromialgia

A Fibromialgia é causada por fatores como doenças graves, traumas emocionais e físicos, e mudanças hormonais. Uma infecção, gripe ou acidente podem estimular o aparecimento da síndrome. A Fibromialgia pode causar alteração no humor e diminuir a capacidade de exercer atividades físicas, o que faz com que aumente a dor.

Sintomas da Fibromialgia

Os sintomas fibromialgia são o aumento da sensibilidade à dor, dor essa que parece queimar seu interior, uma dor que é sentida em várias partes do corpo, com espasmos musculares, fadiga crônica e dificuldade para dormir, sensações de formigamento em várias partes do corpo, falta e ar e arritmias. Por isso fique atento e procure um médico em caso de semelhanças nos sintomas.

Tratamento da Fibromialgia

O tratamento da Fibromialgia pode ser realizado com antiinflamatórios que bloqueiam a dor e a inflamação. Além disso, são utilizados antidepressivos que estão há mais de 40 anos sendo um dos medicamentos mais usados para o tratamento da fibromialgia. Os antidrepressivos normalmente melhoram a situação do paciente em duas semanas. Inibidores da recaptação da serotonina, relaxantes e analgésicos são usados no tratamento da doença.

Encontre o que deseja:

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Gostou? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *