Você está em Noticiaki > Notícias > Fim trágico no sequestro em Santo André

Publicado por Tyagho Souza EM Brasil | Atualizado em: 12/08/2011 às 21h37m

Fim trágico no sequestro em Santo André

sequestro em Santo André

Faleceu na noite de sábado dia 19 de outubro a adolescente Eloá Cristina Pimentel de 15 anos por morte cerebral. Eloá foi atingida por um tiro na cabeça disparado pelo ex-namorado Lindemberg Fernandes Alves que manteve a adolescente e sua amiga Nayara em cárcere privado por 100 horas em Santo André no ABC paulista. Eloá passou por cirurgia para a retirada da bala, porém houve perda de massa encefálica, além da bala se manter alojada no cerebelo. A morte cerebral da adolescente foi confirmada pela diretora do hospital municipal de Santo André, Rosa Maria Pinto de Aguiar que recebeu autorização do irmão de Eloá para doar os orgãos da garota.

Eloá

Eloá

Médicos do Instituto Dante Pazzanese devem chegar à unidade no começo da tarde para retirada dos órgãos. O sequestro se deu após o término de um namoro de 3 anos, onde Lindemberg inconformado com o fim do namoro, invadiu o apartamento de Eloá no final da tarde de segunda-feira (13) e manteve Eloá e sua amiga Nayara reféns. Nayara foi libertada após 33 horas de cativeiro, porém retornou ao cárcere para tentar negociar com Lindemberg e acabou refém novamente. Nayara também foi atingida por um tiro no rosto, no lado direito do nariz, onde a bala atravessou sua arcada dentária e parou sobre o canino esquerdo.

Já Eloá foi atingida por dois tiros, um na cabeça e outro na virilha. O tiro na cabeça foi dado de cima para baixo, pois entrou no lado direito superior do crânio e atravessou todo cérebro e parou no cerebelo do lado esquerdo inferior da cabeça. Nayara passou por uma cirurgia para reconstituição da arcada dentária e não corre risco de vida. Lindemberg chegou a afirmar para polícia que tinha um anjo de um lado dizendo “não faz isso”, e um diabinho do outro lado dizendo, “faz logo, não perde essa oportunidade”; disse também que não se renderia porque tinha medo de ir para cadeia.

Após 100 horas de cárcere a polícia de São Paulo invadiu o apartamento e colocou um fim no sequestro. A invasão ocorreu pela porta do apartamento, por intermédio de uma bomba, e também pela janela da cozinha com a ajuda de uma escada. Ao tentar entrar a polícia se deparou com muitos móveis atrás da porta que causou uma demora para entrar no apartamento, demora suficiente para Lindemberg descarregar a arma nas garotas. Lindemberg também atirou contra a polícia e ao ser redendido, a polícia encontrou Eloá deitada sobre o sofá já desacordada com dois tiros, e Nayara consciente deitada sobre um colchão no chão também alvejada por um tiro. Infelizmente mais um fim trágico em uma atitude insana de um jovem ferido sentimentalmente, que pois fim aos sonhos de uma adolescente aos 15 anos de idade.


Recomendamos também:


Encontre o que deseja:

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Gostou? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *