Você está em Noticiaki > Notícias > Reajuste do Seguro Desemprego 2013 é de 6,2%

Publicado por Tyagho Souza EM Economia | Atualizado em: 04/08/2015 às 22h39m

Reajuste do Seguro Desemprego 2013 é de 6,2%

Foi divulgado hoje através do Diário Oficial da União, pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o valor do reajuste do seguro desemprego 2013, que neste ano teve sua forma de cálculo alterada, baseando-se na variação anual de 2012 do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), onde segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), fechou em 6,2%, valor inferior ao pago no ano passado, que foi de 14,1%, diferença significativa, mesmo porque era esperado que o reajuste seria de 9% em 2013, e não de 6,2% conforme anunciado.

Reajuste Seguro Desemprego 2013

Seguro Desemprego sofreu reajuste de 6,2% em 2013 e o piso passou para R$ 1.235,90

Mesmo abaixo do valor esperado, o reajuste do seguro desemprego para 2013 se manteve dentro dos padrões estipulados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que não permite que o valor pago pelo seguro desemprego, seja menor do que o valor do salário mínimo 2013, que foi reajustado e vigora desde 1º de Janeiro, em R$ 678. Contudo, após o reajuste, o valor teto do seguro desemprego passou de R$ 1.163,76 para R$ 1.235,90.

As regras para determinar quem tem direito ao seguro desemprego, se manteve as mesmas de anos anteriores, porém, é imprescindível para que o desempregado receba o benefício, que ele tenha trabalhado sob o regime CLT, antes de ter sido dispensado. Para calcular o valor do seguro desemprego, é necessário ter em mãos o valor do salário mensal registrado em carteira em seu último vínculo empregatício, onde para o trabalhador que tenha recebido salário por três meses ou mais, é feito a média dos três últimos salários registrados na carteira de trabalho.

Caso o trabalhador tenha recebido apenas dois salários em seus últimos dois meses de trabalho, pega-se o valor do salário e tira-se uma média aritmética dos valores para determinação do valor do seguro desemprego. Caso o trabalhador tenha recebido apenas um salário mensal, o valor do seguro desemprego será criteriosamente este valor. Caso o trabalhador não tenha recebido o salário integral em um dos últimos três meses trabalhados, o valor deste salário fica fora da média, onde é apenas utilizado para determinação do valor, salários integrais.


Recomendamos também:


Encontre o que deseja:

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Gostou? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *