Você está em NoticiAki - de Tudo um Pouco > Sibutramina Remédio para Emagrecer

Sibutramina Remédio para Emagrecer

Sibutramina

Tratamos por sibutramina  o fármaco bastante utilizado no tratamento da obesidade que tem como medicamento de referência o Reductil®. No Brasil podemos encontrar o medicamento em dosagens de 10 mg e 15 mg, as quais equivalem a 8,37 mg e 12,55 mg de sibutramina, respectivamente. Atualmente a sibutramina é vendida somente com prescrição médica e retenção da receita, levando em conta que em março de 2010 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) mudou a classificação do remédio, passando-o da lista C1, que contém remédios de receita branca e sem numeração, para a lista B2, que contém remédios de gênero anorexígeno, os quais são vendidos sob tarja preta e receita azul com numeração.

Sibutramina

Sibutramina

remédio pode ser encontrado atualmente em duas formas diferentes, a de cloridrato monoidratado e a de sal anidro, levando em conta que sua forma anidra A não possui pesquisas que confirmem sua eficiência e nem garantem uma administração de forma saudável, sendo portanto proibida sua comercialização em território nacional. Inicialmente a sibutramina foi desenvolvida como antidepressivo no final da década de 80, e após o término das pesquisas clínicas foi confirmada a efetividade na redução de apetite. Passou a ser comercializada nos Estados Unidos da América e Alemanha como Meridia® e a partir de 99 passou a ser chamado de Reductil®. No ano passado sua venda passou a ser proibida, tendo em vista o risco do acontecimento de acidentes vasculares.

Apesar da medida a sibutramina ainda é comercializada no Brasil sob orientação da ANVISA, mesmo sendo constatadas 37 notificações ocorridas no ano de 2009 de ocorrência de aumento da pressão arterial e arritmias cardíacas causadas pelo fármaco, além de diabetes mellitus tipo 2. O fármaco é indicado para os tratamentos de redução de peso e controle da obesidade e deve ser administrado em conjunto com uma dieta bem elaborada e exercícios físicos, desde que a orientação alimentar e a realização de exercícios físicos não sejam suficientes para atingir o objetivo. O medicamento é indicado para pacientes que tenham índices de massa corpórea (IMC) maior ou igual a 30 Kg/m2, ou maior ou igual a 27 Kg/m2 associado a algum fator que possa ser considerado de risco, tal como a hipertensão.

  • (nenhum voto até o momento)

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Artigos Relacionados:

Encontre o que deseja:

Gostou? Deixe seu Comentário