Você está em Noticiaki > Bem Viver > Zika Vírus: Sintomas, Contágio e Tratamento

Publicado por EM Saúde| Atualizado em: 07/10/2016 às 22h05m

Zika Vírus: Sintomas, Contágio e Tratamento

Com o avanço da Dengue no Brasil, diversas outras doenças também ganharam destaque nos postos de saúde de todo o país, assim como a Febre Chikungunya e o Zika Vírus. A doença vitimou diversas pessoas no Estado da Bahia, principalmente, na capital Salvador, ganhando o nome de doença misteriosa por não ser conhecida a origem das mortes. Após alguns estudos feitos com material genético das vítimas, os pesquisadores Gúbio Soares e Silvia Sardi, do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, conseguiram identificar o vírus Zika (ZIKV) como o principal responsável pelo surto da doença na capital baiana e em cidades do Norte e do Nordeste brasileiro. O Zika vírus é de origem africana e pode ter chegado ao Brasil por turistas que desembarcaram no país para acompanhar os jogos da Copa do Mundo 2014.

Zika Vírus

Zika Vírus

A descoberta do Zika Vírus aconteceu pela primeira vez no ano de 1947, quando pesquisadores isolaram o vírus em um macaco Rhesus que era utilizado para pesquisas na Floresta de Zika, em Uganda, que fica localizado no continente africano, vindo a ser isolado duas décadas depois na Nigéria, porém, não mais em macacos, mas sim em seres humanos, se espalhando com rapidez após isso por regiões da Ásia e da África, alcançando também a Oceania. O vírus é transmitido pelo mosquito transmissor da dengue chamado de Aedes Aegypti, ou outros do mesmo gênero, como o Aedes Albopictus, Aedes Africanus, Aedes Luteocephalus, Aedes Apicoargenteus e Aedes Furcifer, capazes de transmitir também a Dengue, a Febre Chikungunya e a Febre Amarela.

Transmissão do Zika Vírus no Brasil

Os principais hospedeiros do Zika Vírus são os macacos e os seres humanos. A transmissão do Zika Vírus acontece após o mosquito Aedes Aegypti picar um macaco ou ser humano infectado, sendo assim, se alimenta do sangue contaminado que fica incubado em seu organismo por alguns dias, se tornando então um mosquito transmissor da doença. Não existe forma de combater a doença, já que não existem vacinas para o Zika Vírus, entretanto, a principal forma de extinguir a doença, é eliminar os focos criadouros do mosquito transmissor, que se reproduz com facilidade em locais que armazenem água limpa e parada.

Sintomas do Zika Vírus

Os principais sintomas do Zika Vírus são febre de 38 graus, náuseas, dor de cabeça, indisposição, dores no corpo, nas articulações e na cabeça, diarreia e mal-estar. Em casos mais graves poderão aparecer ainda erupção cutânea, que geralmente vem acompanhada de coceira intensa e que pode atingir todas as partes do corpo, como o tronco, membros, rosto e palmas das mãos e planta dos pés. Raramente os pacientes ainda podem apresentar quadros de conjuntivite e fotofobia. Os sintomas do Zika Vírus são semelhantes ao de uma Gripe, Dengue ou Febre Chikungunya, por isso, em caso de sintomas como estes, o recomendado é procurar imediatamente um pronto socorro para o diagnóstico correto.

Tratamento do Zika Vírus

A manifestação do vírus no organismo se dá entre 3 a 12 dias após o contágio pela picada do mosquito transmissor, entretanto, a boa notícia é que o próprio organismo do paciente se encarrega em poucos dias de combater o vírus, que logo desaparecem sem deixarem maiores sequelas. Pessoas com doenças crônicas tendem a ter complicações após infectados. O tratamento do Zika Vírus é feito como em doenças semelhantes, buscando sempre o alivio das dores com a ministração de analgésicos, antitérmicos livres de ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios livres de esteroides. Outra recomendação é manter o pacientes hidratado constantemente, ingerindo bastante água.

Encontre o que deseja:

Receba as novidades do NoticiAki em seu e-mail:

Gostou? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *